quinta-feira, 17 de novembro de 2016

EU, A FOME e o TRABALHO


        Um dia desses abri uma das portas da prateleira na cozinha e "dei de cara" com um pão mofado. Era daqueles pães de sanduíche. Haviam sido comidas apenas  quatro ou cinco fatias. Logo pensei: "Mais de 80% do pão jogado fora".
        Logo me veio uma sensação ruim. A consciência me acusava ao lembrar que havia tanta gente passando fome. Pensei: "Podia ter dado isso a alguém", mas o tempo se encarregou do estrago.
        Talvez já tenha acontecido algo parecido com você.
- Sei que a fome é mais um problema político;
- Sei que os estudos de geografia econômica revelam que bastaria uma organização melhor e o mundo teria condições de alimentar uma população cinco vezes maior;
- Sei que o dinheiro gasto com pesquisas espaciais poderia resolver grande parte da miséria no mundo;...
Pergunta: Quantas vezes eu me esqueço de agradecer à Deus pelo pão de cada dia?
        Quando eu era pequeno e orava o Pai Nosso, sempre que a petição: "O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DÁS HOJE..." era proferida, me vinha à mente todos os tipos e formas de pães: milho, trigo, centeio, sanduíche, etc. Já no tempo de instrução o pastor me explicou que pão de cada dia significava tudo o que precisávamos para o nosso sustento diário: comida, água, bom tempo (Sol, chuva, frio e calor), família, amigos, calçados, moradia, educação, TRABALHO, etc.
        Já vi gente chorando de barriga cheia, reclamando de tudo. E, eu, volta e meia me incluo nesta lista. Já vi e ouvi pessoas dizendo: "QUERIA DAR UMA SURRA EM QUEM INVENTOU O TRABALHO". Pois bem, tente marcar uma briga com Deus, pois foi Ele quem inventou o trabalho. Nós deveríamos querer dar uma surra em quem inventou a fome, MAS NÃO SERIA FÁCIL BRIGARMOS CONOSCO MESMO.
        Ao invés de brigar, quem sabe a melhor atitude seja desabafar e confessar: "Perdão ó Deus quando vi Tua mão me alimentando diariamente e não agradeci! Perdão ó SENHOR quando tive condições de ajudar e não fiz nada! Perdão ó Deu pela indiferença e pelo coração fechado! Perdão ó Deus quando deixei de agradecer pelo meu TRABALHO, pois graças a ele tenho o PÃO DE CADA DIA".
(Adaptado -  A. Kirchein)
Com carinho, Pastor Leandro Eicholz