sábado, 30 de janeiro de 2016

O CINTO E O CRISTÃO


     Certamente, todos já viram alguma vez, decalques do DETRAN com o slogan: "Use o cinto", pois é lei passível de multa”.  Muitos colam estes decalques nos carros, alguns até dentro deles. Semana passada, eu vi um grande recado "colocar o cinto", este era escrito a mão, colado com fita durex ao lado da direção. Logo pensei "esse cara deve ser esquecido". Por outro lado, é uma maneira bem pessoal de se prevenir, ou seja, não se esquecer de colocar o cinto.

É bem interessante analisar os recursos usados para a lembrança de algo. Eu, por exemplo, quando preciso me lembrar de uma coisa, anoto na agenda, outros, trocam o relógio do pulso esquerdo para o direito, alguns colocam recados na geladeira,... E assim vai.

Quando meditava sobre isso, percebi como deveríamos usar algumas dessas técnicas para nossos compromissos com Deus. Quantas são as coisas que prometemos e acabamos nos esquecendo?

Para nos lembrarmos do amor e do perdão gratuito de Deus, Ele nos deu sinais e grandes recados que podemos ver diariamente. O arco-íris por exemplo, longe de ser hoje um símbolo da Nova Era, é antes, um lembrete da promessa divina de que as chuvas não voltariam a inundar toda a terra (o arco-íris foi visto logo depois do grande dilúvio). Quando Jesus instituiu a Santa Ceia, Ele disse "fazei isto em memória de mim", isto é, em cada comunhão na Mesa do SENHOR, onde recebemos o verdadeiro corpo e sangue de Cristo, estamos também, nos lembrando da Sua morte em nosso lugar. Além de tudo isso, a natureza se renovando diariamente; o nascimento de uma criança, ...,  tudo enfim, nos quer lembrar de que Deus existe e nos ama muito.

Somos filhos de Deus por Sua graça. Porém, por vezes esquecemos. Talvez os cristãos devessem fazer decalques! Alguns exemplos: "É hora de orar”, “Você já agradeceu a Deus pelo seu dia?”, “Você já orou hoje?”,..., Ou talvez, semelhante ao slogam do DETRAN que diz: "Use o cinto", pois é lei passível de multa”, deveríamos colocar “Ande seguro. Vá com Cristo".

Deveríamos também ter mais quadros na parede com versículos bíblicos, pois eles nos lembram e ensinam muito sobre Deus. Quem sabe até out-doors nas ruas lembrando que: "Cristo voltará logo!". São apenas ideias. O que não podemos é duvidar da fidelidade e do amor de Deus. Esquecer, talvez seja inevitável, agora, se o ser humano esquecer para sempre e não crer no Cristo Salvador, aí a multa eterna, continuará sendo impagável.

Lembremo-nos das palavras de Jesus:

- "Quem crê em Mim tem a vida eterna". (Jo 6.47)

- "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu filho único para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". (Jo 3.16)

Por isso, fica a pergunta: O que você vai fazer para não esquecer isso???

Com carinho, Pastor Leandro Eicholz

(Adaptado da crônica de A. KIRCHEIN,
publicada no jornal Diário Popular).