domingo, 28 de junho de 2015

SOMENTE COM O PAI AO LADO!

Juquinha é um menino extrovertido. Desde pequeno, mostrou-se independente. Tem hoje doze anos e é muito comunicativo. As pessoas o admiram por aquele seu jeito de homenzinho.
Porém, há alguns meses atrás começou a formar-se uma pequena calosidade em seu nariz, No início, era apenas aquela pequena saliência. Mas, com o tempo, passou a comichar. Por fim, veio também a dor. Juquinha passou as mais diversas pomadas, mas nada adiantou. Suas preocupações aumentaram. Aquela feridinha poderia talvez transformar-se numa doença incurável, pondo fim à sua vida.
Certa noite o pai o examinou e achou recomendável levá-lo ao médico. A cirurgia foi marcada para a Segunda-feira da semana seguinte. Chegando o dia, o pai o acompanhou até o hospital. Na hora marcada, um enfermeiro o chamou para a sala de cirurgia. Lá um médico e uma enfermeira já o aguardavam. Sem perda de tempo, tomaram um pano e vendaram os seus olhos. Avisaram-lhe ainda que era necessário a aplicação de um pequeno anestésico, para que não sentisse nenhuma dor. Mas, a sua confiança evaporou-se por completo no momento em que deixara de ver por causa da venda. Juquinha solicitou então a presença do pai. Do contrário ameaçou que mão se deixaria operar. Os médicos atenderam a o seu pedido. O pai entrou, tomou a mão do menino e assim, Juquinha se aquietou com as suas palavras, naquele mesmo instante. Em poucos minutos, estava tudo resolvido. (História extraída do Devocionário Sol Nascente)
Reflita comigo:
“Mas se Deus, o Pai, nos ampara nas horas difíceis, por que não buscamos a sua presença também nos dias de alegria e tranquilidade?”
O exemplo que lemos na história acima, com certeza vale para a vida de muita gente. São muitos os extrovertidos, que levam uma vida independente, que ignoram a Deus, sem jamais sentir a necessidade de buscar a Sua presença! Mas, certamente surge um dia em que toda a autoconfiança evapora. Aliás, isso pode acontecer por causa de uma “calosidade” qualquer. Mais objetivamente falando, por causa do pecado que se enraizou em nossa vida e começa a inquietar-nos. Necessitamos, então, contar com a presença de alguém em cuja mão possamos nos sentir totalmente amparados. Felizes são aqueles que descobrem o amor de Deus revelado em Cristo Jesus.
Jesus diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma”. Mat. 11.28-29.
Que todos estejam sob os cuidados do nosso Deus! Certos de que, Ele é o nosso esconderijo nos tempos difíceis. Esteja certo que Deus cuida de todos nós. Pois a Sua bondade dura para todo o sempre. Amém!

Com carinho, Pastor Leandro Eicholz.